Bom Jardim da Serra e Serra do Rio do Rastro – SC

Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, chegamos a Cascata da Barrinha logo após ao portal da cidade. Com belas quedas da água e cercada por araucárias, vale a pena a parada para apreciar e tirar algumas fotos, é claro.

O acesso é fácil e há bastante lugar para estacionar. Para os que procuram por uma refeição, há uma churrascaria no local. Pelas laterais da churrascaria você também pode acessar as quedas da água.

Mirante Serra do Rio do Rastro

Mirante Serra do Rio do Rastro

Bom, lá vamos nós descer a serra que faz a ligação do município de Bom Jardim da Serra com Lauro Müller. Bem no topo uma parada obrigatória é o Mirante da Serra do Rio do Rastro, com 1460 metros de altitude, e uma vista deslumbrante, conta com infraestrutura de café, banheiros públicos, loja de artesanato e venda de produtos da região como pinhão, quentão, vinho, queijo, salame e frutas.

Serra do Rio do Rastro

Serra do Rio do Rastro

A serra do Rio do Rastro é um caso a parte na Serra Catarinense. Do mirante observamos uma paisagem sem fim, podemos ver toda a magnitude de uma estrada sinuosa e que desafia nossa mente de como foi possível sua concepção. São 12 km de serra, boa parte dela em concreto para melhorar a segurança dos motoristas em dias de geada e neve. Possui vários recuos em sua extensão para que as pessoas possam parar em segurança para tirar fotos e apreciar a paisagem.

Do outro lado do Mirante vemos as hélices das torres eólicas que combinam com a proposta de conservação e preservação (ou pelo menos a tentativa) do meio ambiente. Para quem vai descer a serra, acaba passando pela entrada do Parque Eólico de Bom Jardim da Serra, de onde é possível observar os gigantes cataventos mais próximos. Uma única torre é capaz de produzir energia suficiente para iluminar toda a Serra do Rio do Rastro. Hoje o parque conta com 62 torres instaladas.

Bom Jardim da Serra - SCSerras
6142 Visualizações



Comentários (2)

  • Daniel E. Gutierrez says:

    Amigos, estive agora em janeiro em Urubuci e São Joaquim. Choveu muito e cairam pedras na Serra do Rastro a qual ficou interditada por uns dias. Não consegui descer, tive que pegar novamente a estrada que liga Laga até Floripanópolis para descer até Laguna. Queria descer a serra, passar por Lauro Muller e chegar até Laguna mas não deu.
    Em qual época vocês foram? Será que no inverno (julho) os dias são mais claroas, não tem névoa e dá para descer? Também não consegui ver no Morro da Igreja (Urubuci) a Pedra Furada por causa da névoa.

    • vanessa says:

      Olá Daniel, estivemos em São Joaquim e na Serra do Rio do Rastro no mês de junho passado. Os dias estavam bonitos e com bastante sol, a névoa era mais intensa no inicio da manhã e a partir do meio da tarde, por isso descemos a Serra do Rio do Rastro próximo do meio dia e a visibilidade estava boa.
      Em outro ano também viajei para Urubici (Morro da Igreja – Pedra Furada – Serra do Corvo Branco) no mês de julho e os dias também estavam muito bonitos, com sol e frio. Abraços Café com Bagagem 😉

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

    Osterfest – Pomerode – SC

    Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, cheg...

    Museu Oscar Niemeyer – Curitiba – PR

    Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, cheg...

    Um Momento de Paz – Templo Budista em Foz do Iguaçu – PR

    Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, cheg...

    Vinícola Ravanello – Gramado – RS

    Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, cheg...

    Farol de Santa Marta – Laguna – SC

    Após passar rapidamente por Bom Jardim da Serra, ops já passamos, mas foi tão rápido…hehehe, cheg...